2 + 2 = ?

Sei muito pouco de matemática. Aliás, aquilo que aprendi durante os anos de colégio devem estar escondidos em algum lugar do meu cérebro, mas não sei bem aonde. Nem mesmo ter um irmão matemático me fez compreender o porquê cargas d’água eu tive que aprender logaritmos. Quer dizer, aprender não aprendi nada, mas certamente alguém perdeu bastante tempo tentado me ensinar o tal do Log.

Mas mesmo os leigos como eu podem tirar valiosas lições desse mundo tão complicado e quase indecifrável para mim. É que a matemática, essa ciência milenar e complexa, tem uma base insegura, de suposições, tentativas, criações e, ainda assim, resolve problemas.

A matemática é uma ciência exata, mas suas bases são incertas. Ela tira certezas da incerteza. Seriam então a certeza e a incerteza pontos de um mesmo mundo?

E se minhas dúvidas, que não são poucas, forem a melhor base para construir minhas certezas futuras? Será que perco muito tempo me preocupando com o resultado final e esqueço-me de enxergar a equação como um todo?

 Voltar ao problema inicial, à questão primeira, e tentar buscar a solução. Distanciar-se para resolver. Questionar para solucionar. Abraçar as incertezas.

Não são raras às vezes em que a pergunta certa nos leva para uma resposta completamente diferente daquela que esperávamos. E surpreendemo-nos ao perceber que a resposta obtida não é errada, mas somente diferente do previsto. A dúvida que constrói uma ideia ou destrói uma concepção anterior. E se aprende algo. Sempre se aprende algo.

Mas a vida, ao contrário da matemática, não é uma ciência e muito menos exata. Aqui, dois e dois podem ser quatro, podem ser dez ou pode ser zero, depende de como a gente encara a coisa. E a certeza, tão firme e forte, tão rígida, tão eterna, dá lugar a dúvida, a incerteza, a possibilidade.

Talvez nunca consiga aprender para que serve o logaritmo ou resolver uma equação de terceiro grau, mas começo a compreender que as minhas incertezas são o que tornam possível a construção das certezas que terei – até que também elas voltem a se tornar incertezas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s