JOGADOR DE FUTEBOL

Tenho um primo que quer ser jogador de futebol. Eu sei que muitos guris tem esse sonho, mas ele não sonha em ser jogador de futebol, ele luta por isso. E há uma grande diferença entre sonhar e ir à luta.

Acredito que as melhores lutas começam com o sonho. Mas também acredito que os sonhos, sem as lutas, tendem a permanecer sonhos, sem jamais se concretizarem.

Só que meu primo, ao contrário da maioria, decidiu correr atrás. Terminou o segundo grau e começou a percorrer o Brasil jogando futebol. Fez testes, arrumou empresário, jogou em diversos clubes de vários estados do país. Times menores, maiores, de todo tipo, de todo lugar. Chamam e ele vai tentar a sorte e o sucesso na terra que for.

Alguns questionam porque não continua os estudos enquanto persegue seu sonho, mas ele sabe que esse é o momento de dedicar todas as suas forças para aquilo que ele quer: ser jogador de futebol.  Confesso que não me lembro de tê-lo visto jogar e não sei como é tecnicamente, mas admiro sua garra e sua força de vontade. Tenho certeza que é um grande jogador.

Tem apenas 18 anos e já sabe que um sonho não vivido é apenas um sonho. Ah, e como são tristes os sonhos não colocados em prática. A covardia de não tentar é tão mais triste que a decepção pela derrota.

E vendo meu primo, me questiono sobre minhas vontades, conquistas e os tantos sonhos que ficaram só no plano das ideias. É curioso, mas as maiores frustrações não são por aquelas tentativas que deram errado, as minhas maiores frustrações são pelos pensamentos que nunca se transformaram em tentativa. Pouco me lembro das derrotas verdadeiras, mas a falta de iniciativa, o não tentar, pode me perseguir por muito tempo.

E lembro-me dos sonhos conquistados. Da alegria em finalmente conquistar aquilo que sempre se almejou. É indescritível viver o que tanto se quis. Ainda que seja de outra maneira, de outra forma, por um breve instante.

Muitas vezes a própria busca pelo sonho acaba alterando o objetivo final. Ou quando chegamos até onde queríamos, percebemos que não era bem aquilo, e muda o sonho, começa a nova luta. Essa é uma das graças da vida.

Divirto-me com quem pergunta por que meu primo não desiste e segue o caminho tradicional: faculdade, trabalho, família. Me divirto porque penso que esqueceram que ele tem uma vida toda pela frente, um caminho inteiro a traçar e que agora, nesse exato momento, enquanto eu e você estamos em casa, ele está lá tornando seu sonho realidade.

Não sei se um dia meu primo será famoso ou ganhará muito dinheiro jogando bola, mas hoje ele é sim um jogador de futebol. Meu primo, de apenas 18 anos, está vivendo e construindo seu sonho. E quanto a nós?

Anúncios

Um pensamento sobre “JOGADOR DE FUTEBOL

  1. josé moura disse:

    muito obrigado lele, sem palavras mesmo! disse tudo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s